Pular para o conteúdo

HighVolumeHDF®

O tratamento de diálise mais eficaz

HighVolumeHDF® - Fresenius Medical Care

HighVolumeHDF® é Fresenius Medical Care

  • Redução do risco de mortalidade
  • Uso otimizado de recursos com a linha de produtos CorDiax
  • Redução dos custos gerais do tratamento

Benefícios

Gráfico de depurações semanais
Dados internos: gráfico esquemático de depurações semanais

Vantagens da terapia

A terapia HighVolumeHDF®, com seus inúmeros efeitos positivos sobre os fatores de risco cardiovascular em pacientes em diálise, é reconhecida como a mais eficiente modalidade de tratamento de diálise1, aproximando-se do perfil de eliminação natural do rim. Por alcançar elevados volumes de substituição, a terapia HighVolumeHDF® atinge uma eliminação mais eficaz das moléculas pequenas. A terapia HighVolumeHDF® melhora os resultados clínicos dos pacientes e promove efeitos benéficos sobre os potenciais fatores de risco cardiovascular para pacientes em diálise.

  • ß2-m sérica e nível de fósforo2,3,4
  • Resposta inflamatória5
  • Estabilidade hemodinâmica intradialítica6
  • Controle da anemia7,9
     

Estes fatores possivelmente contribuem para melhor sobrevida do paciente.8

Menor risco de mortalidade com a terapia HighVolumeHDF®

Nos últimos anos, vários estudos têm confirmado os benefícios clínicos da HDF. 8,9,11,12  Esses estudos demonstraram que grandes volumes convectivos no modo pós-diluição são necessários para obter e maximizar os benefícios da terapia HDF. O estudo catalão sobre a HDF de alto volume mostra uma redução significativa de 30% no risco de mortalidade por todas as causas em pacientes em HDF pós-diluição de alta eficiência comparado à HD8.

A relação inversa entre a magnitude do volume convectivo e o risco de mortalidade foi reforçada pelo European Dialysis Working Group em sua última meta-análise13 e confirmada pelos pesquisadores do HDF Pooling Project.14 A análise mostrou que a HDF reduz o risco de mortalidade cardiovascular e por todas as causas, especialmente com volumes convectivos de no mínimo 23 L / sessão.14

HighVolumeHDF® — a mais avançada terapia e com o melhor custo-benefício

Não é somente a possível redução do custo geral do tratamento que torna HighVolumeHDF® com a 5008S CorDiax interessante, mas também sua característica de contribuir para o meio ambiente, além dos ganhos financeiros associados, devido ao uso eficaz e sustentável dos recursos.

Diagrama do fluxo de dialisato
Dados internos: pós-diluição com FX CorDiax 600 Hct = 35%; Recirculação = 5%

Uso otimizado de recursos com a linha de produtos CorDiax

Os recursos altamente automatizados e inovadores da linha de produtos CorDiax oferecem suporte ao corpo de enfermagem, otimizando os fluxos diários de trabalho e assegurando níveis altos e consistentes de segurança ao paciente. O resultado é uma fácil integração de HighVolumeHDF® à rotina diária. A preparação do fluido de substituição estéril, não pirogênico, para HighVolumeHDF®, baseia-se num processo de filtração de duplo estágio.

  • Não há custos extras para um filtro de uso único adicional.
  • Não há necessidade de soluções prontas de enxágue ou bolsa para resíduos para o priming ou a reinfusão.
     

O recurso AutoFlow automaticamente adapta o fluxo do dialisato ao fluxo sanguíneo. Isso gera ganhos substanciais de água, águas residuais, concentrados e energia, e resulta em consideráveis reduções de custo.

Diagrama do potencial de redução nos custos da terapia HighVolumeHDF®
Potencial de redução de custos da terapia HighVolumeHDF® *Válido para pacientes utilizando Sevelamer somente  

HighVolumeHDF® — menores custos gerais do tratamento

Os maiores geradores de custos de tratamentos associados à diálise são, além dos custos diretos de procedimentos, a hospitalização e o uso de eritropoietina (EPO) e quelantes de fosfato. Em um ambiente de orçamento apertado, cada oportunidade de redução no custo do tratamento de forma geral deveria ser examinada. A alta taxa de hospitalização não impacta somente a qualidade de vida dos pacientes, mas é a forma mais cara de cuidados médicos nos sistemas de saúde. A terapia HighVolumeHDF® tem o potencial de reduzir significativamente as taxas de hospitalização e episódios hipotensivos.8

A quantidade de EPO1 e quelantes de fosfato4,10 administradas aos pacientes de diálise demonstrou ser reduzida com a aplicação de HDF. Assim, um tratamento de maior qualidade pôde ser oferecido com menores custos de medicação.

Visite o site HighVolumeHDF

Uma promessa feita realidade

Da promessa à comprovação

Nosso compromisso para alcançar os melhores resultados possíveis para todos os pacientes de diálise tem impulsionado nossa paixão pela hemodiafiltração (HDF). Essa paixão está baseada na firme crença de que a HDF é a melhor terapia para todos os pacientes. Nossa convicção na HDF é amplamente partilhada na comunidade científica e apoiada por evidências. Nos últimos anos, vários estudos confirmaram os benefícios da HDF.8,9,11-15  O estudo catalão sobre a HDF de alto volume forneceu diversas evidências dos benefícios desta terapia. Evidências científicas conclusivas para resultados de melhoras significativas em pacientes, associadas ao uso simples e confiável da 5008 CorDiax, são razões convincentes para mudar para a terapia HighVolumeHDF® — agora.

Essa é a razão por que a Fresenius Medical Care, por mais de 30 anos, tem desenvolvido produtos para a Hemodiálise Cardioprotetora, chegando à linha de produtos CorDiax — que permite a perfeita implementação da terapia HighVolumeHDF®.

Uma história de comprometimento com a HDF


Da hemodiafiltração à HighVolumeHDF®

A HDF é uma técnica de substituição renal que combina dois princípios – difusão e convecção. O processo convectivo é baseado na ultrafiltração de grandes quantias de água plasmática através da membrana. Isto permite a remoção eficaz de solutos maiores devido à convecção, além do transporte passivo (difusão) de pequenas moléculas.

Para obter o equilíbrio do fluido, é necessário substituir o volume de ultrafiltração adicional, de preferência, após o dialisador, a assim chamada HDF pós-diluição.
 

Volume importa na hemodiafiltração

Publicações recentes demonstraram que um grande volume convectivo no modo de pós-diluição é necessário para maximizar os benefícios da HDF8,9,11-15 .

De acordo com o estudo catalão sobre a HDF de alto volume, um volume de substituição (sem permitir a perda de peso) de pelo menos 21 L por tratamento no modo pós-diluição deve ser o alvo para alcançar o benefício da sobrevida.8 

A produção de grandes volumes de substituição não é mais um desafio. Hoje, maximizar o volume de substituição para cada paciente requer uma nova abordagem terapêutica — HighVolumeHDF®.

Estudo

O estudo catalão sobre a HDF de alto volume8

Os dados do estudo catalão sobre a HDF de alto volume confirmam nossa primeira convicção de que cada paciente deveria ter uma oportunidade de se beneficiar da terapia HighVolumeHDF®.

 

Melhoria da sobrevida

30% de redução do risco de mortalidade por todas as causas (p=0,01)
55% de redução do risco de mortalidade por infecção (p=0,03)
61% de redução do risco de mortalidade por AVC (p=0,03)
O estudo catalão sobre a HDF de alto volume
*O volume convectivo médio variou de 23 a 24L/sessão **92% na HD de alto fluxo

Comparado com pacientes que foram mantidos na hemodiálise de alto fluxo convencional, aqueles randomizados para a altamente eficiente hemodiafiltração online pós-diluição tiveram uma redução significativa da mortalidade geral. O número estimado necessitando tratamento (NNT) mostrou que para prevenir uma morte anual, 12 pacientes precisariam ser trocados da hemodiálise para a hemodiafiltração.

Melhor bem-estar do paciente

28% de redução do risco de episódios hipotensivos (p>0,001)

Custos do tratamento reduzidos

22% de redução do risco de hospitalização por todas as causas (p=0,001)

Detalhes do estudo8

Objetivo do estudo:
Comparar o impacto da hemodiafiltração online sobre a hemodiálise na sobrevida dos pacientes.

Delineamento do estudo:
Ensaio controlado, randomizado, prospectivo, multicêntrico promovido pela Sociedade Catalã de Nefrologia.

Desfechos do estudo:
A primeira variável do resultado foi a mortalidade geral e os resultados secundários incluíram a mortalidade cardiovascular, hospitalização por todas as causas, tolerância ao tratamento e dados laboratoriais.

Pacientes:
906 pacientes crônicos de hemodiálise foram designados ou para continuar na hemodiálise (n=450), ou para trocar para a altamente eficiente hemodilfiltração online pós-diluição (n=456).

Produtos

Imagem de HighVolumeHDF®

HighVolumeHDF® é Fresenius Medical Care

Os desafios da hemodiafiltração nos levaram a desenvolver produtos novos e inovadores que dão suporte à implementação da terapia HighVolumeHDF®. Nosso compromisso de tornar a terapia HighVolumeHDF® disponível para todos os pacientes resultou em um portfólio avançado e altamente sinérgico.

O resultado: as máquinas 5008 CorDiax e 5008S CorDiax em combinação com o dialisador FX CorDiax HDF e a Cascata de Purificação Online (OPC), hoje, formam um sistema integrado de terapias, aprimorado por serviços sob medida para dar suporte a sua terapia.

5008 CorDiax e 5008S CorDiax

5008 CorDiax e 5008S CorDiax: HighVolumeHDF® como padrão do cuidado

Com a nova função AutoSubplus da 5008 CorDiax e da 5008S CorDiax, a terapia HighVolumeHDF®torna-se tão simples e confiável quanto a HD, sem qualquer necessidade de interação adicional do usuário.

Dialisador FX CorDiax: superior pelo design

Os hemodiafiltros FX CorDiax são projetados para condições otimizadas de fluxo, assegurando a remoção eficaz de moléculas pequenas, enquanto evitam a perda de albumina.

Linha de produtos Cascata de Purificação Online (OPC)

Cascata de Purificação Online (OPC): gestão inteligente da qualidade da água

A linha de produtos OPC abrange todos os processos para a entrega de grandes quantidades de fluidos de substituição necessários para a terapia HighVolumeHDF®.

HighVolumeHDF

Conteúdo relacionado
Bomba de HDF

HighVolumeHDF® como padrão do cuidado

Dialisador FX CorDiax

Projetado para dialisar. Construído para a cardioproteção.

1 Krick G, Ronco C (eds), Contributions to Nephrology (2011); 175: 93-109.

2 Canaud B., Contributions to Nephrology (2007); 158: 216-224.

3 Penne L. et al., Clinical Journal of the American Society of Nephrology (2010); 5: 80-86.

4 Davenport A., Nephrology Dialysis Transplantation (2010); 25: 897-901.

5 Pedrini L. et al., Nephrology Dialysis Transplantation (2011); 26: 2617-2624.

6 Locatelli F. et al., Journal of the American Society of Nephrology (2010); 21: 1798-1807.

7 Bonforte G. et al., Blood Purification (2002); 20: 357-363.

8 Maduell F. et al., Journal of the American Society of Nephrology (2013); 24: 487-497.

9 Ok E., et al., Nephrology Dialysis Transplantation (2013); 28: 192-202.

10 Pedrini, L. et al., Nephrology Dialysis Transplantation (2011); 26: 2617-2624.

11 Grooteman M.P. et al., Journal of the American Society of Nephrology (2012); 23(6): 1087-96.

12 Canaud B. et al., Kidney International (2006); 69(11): 2087-93.

13 Mostovaya I.M. et al., Seminars in Dialysis (2014); 27(2): 119-127.

14 Peters S.A.E. et al., Nephrology Dialysis Transplantation (2016); 31: 978-984.

15 Basile C. et al., Journal of Nephrology (2017); 30(2): 181-186.