Pular para o conteúdo

Dia dos Namorados: um amor que nasceu na sala de diálise

| Notícias locais

O amor pode acontecer em qualquer lugar, em momentos inesperados da vida e, por que não em uma sessão de hemodiálise? Para celebrar o Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, trouxemos a história de Nasareno Nonato e Luciana Oliveira. Pacientes renais há mais de 20 anos, o casal se conheceu  na CDR São João de Meriti (RJ).

Juntos há aproximadamente dez anos, eles são fonte de inspiração para aqueles que buscam um relacionamento duradouro, pautado na união, companheirismo e amizade. Desde 2011, os dois não se desgrudam, seja durante as sessões ou no cuidado com os filhos e a casa. Luciana afirma que essa parceria e a dedicação mútua pelo bem-estar são os princípios que sustentam a relação. “Eu sempre cuido dele, e ele de mim”.

O amor não faz bem apenas ao coração, mas dá forças para seguirem com assiduidade ao tratamento e, também, para se ajudarem com as orientações médicas. “A hemodiálise é no mesmo dia e horário, assim como na mesma sala. A nossa união é algo positivo, tanto para mim quanto para ele”, destaca.

De acordo com Luciana, a rotina deles é como a de qualquer casal e o fato de a clínica oferecer um serviço de ótima qualidade favorece muito.

Conheça os nossos centros de diálise