Pular para o conteúdo

Cinco dicas para a alimentação do paciente renal durante o Carnaval

| News | Notícias locais

A maior festa popular do Brasil está chegando. Para muitas pessoas, o Carnaval é a época ideal para se divertir e compartilhar a alegria com os amigos e os familiares. Neste período, é fundamental que os pacientes renais não descuidem da rotina e fiquem atentos à alimentação.

Raquel Carreiro, Nutricionista da CDR Taquara, explica que é comum, nesses momentos, o consumo de alimentos gordurosos, ricos em sódio e de ingestão rápida. Apesar de saber que quase ninguém quer perder tempo no preparo dos lanches e refeições, ela ressalta a importância da prática.

Para manter a saúde e não prejudicar o tratamento, a Nutricionista listou cinco dicas de alimentação  focadas no paciente renal. Confira:

Dica 1: evite consumir petiscos, biscoitos e salgadinhos industrializados

A profissional explica que esses produtos são ricos em sódio e conservantes, por isso, o consumo excessivo deles aumenta a pressão arterial, contribui para o incremento nos níveis de fósforo sanguíneo e favorece o acúmulo de peso líquido em pacientes que fazem diálise. Portanto, devem ser evitados na alimentação do paciente renal.

Dica 2:  Atenção à ingestão de líquidos

Raquel Carreiro alerta que o paciente renal precisa ter cuidado, caso exista alguma restrição em relação à quantidade de líquidos que podem ser ingeridos. É primordial avaliar como proceder junto ao nutricionista que o acompanha.

Dica 3: evite consumir bebidas alcoólicas em excesso

A especialista detalha que o uso de bebidas alcoólicas está associado com maior incidência de obesidade, hipertensão e doenças cardiovasculares, além de ser prejudicial no tratamento da doença renal crônica. Ela orienta que o paciente deve consultar o médico antes do consumo.

Dica 4: na alimentação do paciente renal, evite longos períodos em jejum

Segundo a Nutricionista,  ficar longos períodos sem comer pode favorecer quadros de fraqueza, hipoglicemia e tontura. Por isso, essa não é uma ação adequada para a alimentação do paciente renal. Segundo ela, mesmo que esteja na rua, o paciente deve procurar levar um lanche prático como frutas, barras de cereais e sanduíches.

Dica 5: evite consumir alimentos muito gordurosos e frituras

Raquel Carreiro ensina que a ingestão de alimentos ricos em gordura na alimentação do paciente renal, além de contribuir para as doenças cardiovasculares e obesidade, pode ocasionar desconforto abdominal e intestinal. Ela sugere a substituição por frutas, comidas leves, como saladas e legumes, e proteínas magras de fácil digestão, como frango e peixe.

Saiba mais sobre o nosso jeito de cuidar

Dicas de Alimentação para o Paciente Renal durante o Carnaval (Imagem: Freepik)